Ação de entidades vai vender litro da gasolina a R$ 4,40 nesta quinta-feira em São José e Caraguá

Iniciativa é voltada somente a motoristas e motoboys de aplicativos. Ação de entidades vai vender litro da gasolina a R$ 4,40 nesta quinta-feira em São José e Caraguá
Cristina Boeckel/ g1
Uma ação, feita em parceria entre o Observatório Social da Petrobrás (OSP) e a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), vai vender gasolina a R$ 4,40 nesta quinta-feira (25) para motoristas de carros e motoboys de aplicativos em São José dos Campos e Caraguatatuba.
Em São José o evento terá início às 10h e em Caraguá, às 9h – a quantidade de combustível é limitada (veja endereços abaixo).
O valor é cerca de 35% mais barato do que a média de preços de combustíveis registradas na última semana, que chega a R$ 6,75. A medida é um protesto contra o Preço de Paridade de Importação (leia mais abaixo).
Para participar será necessário comprovar que trabalha com cadastro válido em algum aplicativo de transporte, adquirir cupons – com a quantidade de combustível determinada – que serão o passe para a compra da gasolina mais barata no posto participante em cada cidade.
Para ter acesso à gasolina mais barata, será preciso preencher uma ficha de cadastro e curtir as páginas do Observatório Social da Petrobrás nas redes sociais. A ação também será feita nas cidades de Santos (SP), Angra dos Reis (RJ) e Manaus (AM).
Endereços
São José dos Campos
A ação será a partir das 10h no posto BR da avenida deputado Benedito Matarazzo, ao lado do CenterVale. Na cidade poderão ser comprados 3 mil litros de gasolina com a venda de 100 vouchers para motoristas de carro de apps (com limite de 15 litros de gasolina por veículo) e 150 para motoboys e entregadores de aplicativo (limitado a 10 litros cada veículo).
Caraguatatuba
No município a ação será a partir das 9h em uma tenda ao lado do Auto Posto Britânia, na Rua Álvaro Theodoro da Cruz, 415, no Jardim Britânia. Poderão ser comprados 3 mil litros de gasolina. Cada voucher é limitado a 9 litros.
O que é o PPI?
O Preço de Paridade de Importação (PPI) é o nome da política que o governo e a Petrobrás estabeleceram para definir os valores dos combustíveis. De acordo com a FNP, atualmente o Brasil produz 80% do combustível consumido no país e importa 20%.
Devido à PPI, todo combustível é tratado como se fosse importado, de acordo com a entidade.
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região

Liked Liked