Autoridade Palestina rejeita investigação junto com Israel sobre morte de jornalista

Shireen Abu Akleh, da ‘Al Jazeera’, usava capacete e colete à prova de balas com a palavra ‘imprensa’ em inglês quando foi baleada na cabeça, durante operação militar israelense na Cisjordânia. Palestinos acusam o exército de Israel. Autoridade Palestina rejeita pedido de Israel por investigação conjunta sobre morte de jornalista da Al Jazeera
A Autoridade Palestina rejeitou o pedido de Israel por uma investigação conjunta sobre a morte de uma jornalista da “Al Jazeera”, durante uma operação militar israelense na Cisjordânia.
Os palestinos acusam o exército de Israel, que reiterou o pedido por uma investigação transparente e completa.
Shireen Abu Akleh estava usando capacete e colete à prova de balas com a palavra “imprensa” em inglês quando foi baleada na cabeça, na quarta-feira (11).
Milhares de pessoas se reuniram nesta quinta-feira (12), na Cisjordânia e em Jerusalém, para homenagear a jornalista.

Liked Liked