Brasília retoma política de acomodações que deu liberdade a Bolsonaro

No fim da tarde, algumas das principais autoridades do país interromperam suas agendas para buscar um troféu no Planalto. Se o país atravessasse uma fase normal, aquele seria um desperdício de tempo e dinheiro. Numa situação com 14 milhões de desempregados, inflação em disparada e uma crise política permanente, foi um despropósito completo.
Leia mais (09/14/2021 – 20h58)

Liked Liked