Cofundadores fora! Segundo CEO da Cruise também renuncia ao cargo 

Embora não se tenha detalhes sobre sua atual situação, ao que tudo indica, as coisas não andam bem para a Cruise, subsidiária de veículos autônomos da General Motors (GM). Após seu cofundador e CEO Kyle Vogt renunciar ao cargo na segunda-feira (20), Daniel Kan, também cofundador e diretor parceiro na gestão da empresa, igualmente se demitiu. 

O que você precisa saber: 

Kan, que também era diretor de produtos, anunciou sua saída no Slack, app de mensagens de empresas; O CEO não esclareceu o motivo de sua demissão, mas agradeceu e lembrou que a Cruise já chegou a realizar 10 mil viagens por semana: “Eu sei que Cruise conseguirá isso novamente em breve”; O pedido de demissão vem logo após a renúncia de Kyle Vogt, parceiro com o qual cofundou a companhia; Segundo comunicado de Vogt no X, antigo Twitter, ele irá focar em sua família e deve usar a pausa para também “explorar algumas novas ideias”; Nenhum substituto foi nomeado para os cargos vagos de CEO. 

Leia mais! 

GM cancela demissões, mas greve dos funcionários continua no BrasilGM adia início da produção de caminhões elétricos; entendaEUA: GM pode fazer um dos maiores recalls da história

Vale pontuar que as saídas de ambos os fundadores chegam em meio a diversos desafios para a Cruise. A empresa anunciou recentemente que precisaria pausar todas as suas operações sem motoristas nos EUA após alguns acidentes envolvendo seus AVs. 

Além disso, ela também interrompeu a produção do Cruise Origin, seu elétrico projetado para oferecer serviço de mobilidade sem motoristas (robotáxis). As decisões ocorreram após a Administração Nacional de Tráfego e Segurança Rodoviária (NHTSA) dos EUA abrir uma investigação contra a companhia. 

Pouco antes da renúncia de ambos os diretores, a GM anunciou um membro do conselho da Cruise como novo diretor administrativo da empresa. Com isso, as equipes jurídicas, de comunicação e financeira da startup passaram a se reportar a Craig Glidden. 

Não há informações sobre se a saída dos cofundadores tem relação com a mudança dessa chefia, mas, segundo a Reuters, a empresa havia aumentado o escrutínio contra a liderança de Vogt que, ao se despedir, se desculpou pelos atuais problemas da companhia.

Assumo a responsabilidade pela situação em que Cruise se encontra hoje. Não há desculpas e não há como encobrir o que aconteceu [acidentes].

Demissões na Cruise 

Além das saídas dos dois CEOs, a empresa realizou também alguns cortes de funcionários, o que já era esperado devido à pausa na produção e operação. Os colaboradores afetados atuavam na manutenção da frota de veículos autônomos. 

O post Cofundadores fora! Segundo CEO da Cruise também renuncia ao cargo  apareceu primeiro em Olhar Digital.

Liked Liked