Combate a fake news é tema de debate online voltado para sêniores

Tema de debate público desde a vitória de Donald Trump na eleição presidencial de 2016, as fake news se tornaram um problema crônico e complexo nas redes sociais. Em 2020, a Organização das Nações Unidas lançou um alerta sobre a “epidemia de falsas informações” que acompanhava o avanço do novo coronavírus pelo mundo.

No Brasil, país conhecido pelo uso massivo das redes sociais, a disseminação de fake news tem impacto diário no cotidiano das pessoas, com desdobramentos sociais e políticos relevantes. A desinformação prejudica, por exemplo, o estímulo à vacinação contra a covid. E a atuação de milícias digitais provocou a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal.

Nesse contexto, um segmento da população exerce um papel importante. Segundo artigo publicado em 2019 pela revista científica Science Advances, internautas acima dos 65 anos compartilharam sete vezes mais artigos de portais de notícias falsas do que o grupo etário mais jovem (18 a 29 anos) durante a campanha presidencial americana, em 2016.

Participantes

Para auxiliar o público a identificar, evitar e combater as fake news, o grupo Senior Geek promove, no dia 29, um encontro virtual sobre o tema. Participam do debate o editor de Política do Correio Braziliense, Carlos Alexandre de Souza; Marcia Monteiro, jornalista e especialista em tendências da longevidade; e Daniela Machado, coordenadora do EducaMidia60+, programa do Instituto Palavra Aberta de promoção da educação midiática dos 60+

Criada em 2018, a Senior Geek é uma start up dedicada à inclusão digital e ao empreendedorismo sênior. A iniciativa de integrar os seniores com o mundo tecnológico já recebeu o reconhecimento de programas como o Aging 2.0 Global Innovation Search e o Neo Acelera.

As inscrições para o encontro do Senior Geek sobre fake News podem ser feitas aqui. O encontro começa às 19h, é gratuito e totalmente online.

Liked Liked