Conheça a história do padre piauiense que influenciou as ideias da Princesa Isabel para a assinatura da Lei Áurea

O padre Joaquim Sampaio Castelo Branco nasceu na Fazenda Ininga, no município de José de Freitas, em 1860. O religioso atuou também como professor e conselheiro para assuntos de estado da princesa Isabel. #TBT: 134 anos da abolição da escravatura
Em meio ao debate político que envolvia a abolição da escravatura, no século 18, no Brasil, as palavras e conselhos de um jovem padre piauiense influenciaram os pensamentos da princesa Isabel para a assinatura da Lei Áurea. Joaquim Sampaio Castelo Branco, de José de Freitas, foi confessor da princesa e conselheiro para assuntos de estado.
Nesta sexta-feira (13), a assinatura da Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil, completa 134 anos. Apesar de ter tido pouco efeito prático imediato na vida das pessoas escravizadas, a data é considerada um marco para a população negra.
Para o historiador Zito Cruz, as ideias abolicionistas do padre Joaquim podem ter sido determinantes para a criação da Lei Áurea.
O confessor da princesa
Conheça a história do padre piauiense que influenciou as ideias da Princesa Isabel para a assinatura da Lei Áurea
Zito Cruz
O padre Joaquim Castelo Branco nasceu na fazenda Ininga, no município de José de Freitas, em 1860. Após se formar em Roma, na Itália, ele foi para a capital, Rio de Janeiro. Anos depois, o religioso precisou celebrar uma missa para a corte brasileira, em uma Sexta-feira Santa.
“Quando viram aquele padre jovem e franzino subir no altar, muitos viraram o rosto”, comentou o historiador Zito Cruz. Mas Joaquim teria feito um sermão sobre o direito de defesa de réus, e foi ovacionado pela corte.
A partir daí, o religioso passou a celebrar as missas na Capela Imperial, e se tornou confessor particular da princesa Isabel. O padre atuou também como professor e conselheiro para assuntos de estado da princesa durante a época em que a Lei Áurea foi assinada.
Para o historiador Zito Cruz, as ideias abolicionistas de Joaquim podem ter sido determinantes para a criação da Lei Áurea.
Testemunha da história
Conheça a história do padre piauiense que influenciou as ideias da Princesa Isabel para a assinatura da Lei Áurea
Reprodução
O padre faleceu jovem, aos 32 anos, vítima de tuberculose, em 1892. Durante a vida, publicou diversos artigos abolicionistas, e testemunhou a abolição do regime de escravidão de perto.
A influência do religioso lhe garantiu um espaço na famosa foto no Campo de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, feita em dia 17 de maio de 1883, poucos dias depois da assinatura da Lei Áurea.
Na foto, o piauiense aparece ao lado da princesa Isabel e alguns dos principais abolicionistas brasileiros, como José do Patrocínio e o escritor Machado de Assis [acima].
Família abolicionista
Fazenda Ininga, onde nasceu o Padre Joaquim Sampaio – Conheça a história do padre piauiense que influenciou as ideias da Princesa Isabel para a assinatura da Lei Áurea
Rafael Reis/ Luciano Klaus
Ainda segundo o historiador Zito Cruz, as inspirações para as ideias abolicionistas do padre vieram da família, principalmente de dois tios: Estevão Lopes Castelo Branco Júnior, juiz da cidade de Barras e o coronel Pacífico Castelo Branco.
O juiz Estevão foi o fundador da Associação Barrense para a Abolição, um órgão que lutou pela libertação de escravizados no Piauí.
Através da associação, e da atuação do próprio padre, muitos escravizados conseguiram negociar as chamadas cartas de alforria, documentos que os tornavam livres
Já o coronel Pacífico pode ter tido influência para a proximidade entre Joaquim e o Império. Durante sua participação na Guerra do Paraguai, o coronel conheceu o imperador Pedro II e a alta corte brasileira, e foi influenciado por eles para o abolicionismo.
“Quando voltou da Guerra do Paraguai, depois de ter conhecido o imperador, o coronel libertou todos os escravizados que havia na sua fazenda, e passou a recomendar aos familiares que fizessem o mesmo”, disse o historiador.
📲 Confira as últimas notícias do g1 Piauí
📲 Siga o g1 Piauí no Instagram e no Twitter
VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube

Liked Liked