Ex-agentes da inteligência dos EUA admitem ter atuado como hackers para Emirados Árabes Unidos

Três ex-agentes da inteligência dos Estados Unidos contratados pelos Emirados Árabes Unidos para realizar operações cibernéticas sofisticadas admitiram ter cometido crimes de hacking (invasão de computadores) e violado as leis de exportação dos EUA, que restringem a transferência de tecnologia militar para governos estrangeiros, segundo documentos judiciais divulgados na terça-feira (14).
Leia mais (09/15/2021 – 04h00)

Liked Liked