Frei investigado por atropelar suspeito de furtar igreja conclama a fiéis por orações pela vida dele, diz Diocese

Diocese de Ourinhos e a Ordem dos Frades Pregadores, da qual Gustavo Trindade dos Santos faz parte, informaram também que ele foi afastado das atividades religiosas. Atropelamento aconteceu em Santa Cruz do Rio Pardo e foi flagrado por câmera de segurança. Carro usado pelo padre suspeito de atropelar homem em Santa Cruz do Rio Pardo é localizado pela polícia
IBTV/Reprodução
A Ordem dos Frades Pregadores (Dominicanos) e a Diocese de Ourinhos (SP) divulgaram nesta terça-feira (9) uma nota informando que o Frei Gustavo Trindade dos Santos, investigado por atropelar de forma proposital um suspeito de furtar uma igreja em Santa Cruz do Rio Pardo, está arrependido da atitude.
Na nota, a Diocese e a Ordem ainda afirmam que o frei “conclama a todos os fiéis por orações pela vida do sr. Ângelo Nogueira, que está em recuperação na UTI da Santa Casa da cidade”.
Nota divulgada pela Diocese nesta terça-feira sobre o atropelamento em Santa Cruz do Rio Pardo
Diocese de Ourinhos/ Reprodução
Ainda de acordo com o texto, o frei foi afastado das atividades religiosas e está à disposição da Justiça para prestar “os esclarecimentos necessários e eventual responsabilização”. Porém, até o início da tarde desta terça-feira (10) ele ainda não havia se apresentado na delegacia.
O Frei Gustavo Trindade dos Santos tem 37 anos e foi ordenado há 1 ano e há dois meses exercia a função de pároco da Igreja São Sebastião em Santa Cruz do Rio Pardo.
LEIA TAMBÉM
Padre Júlio Lancelotti critica atropelamento: ‘Um crime não justifica outro’
O que se sabe e o que falta esclarecer sobre o atropelamento de suspeito de furtar igreja
Motorista que atropelou suspeito de furtar igreja em Santa Cruz do Rio Pardo (SP) foi identificado como sendo o frei Gustavo Trindade dos Santos
Reprodução
O atropelamento
Segundo informações das investigações na noite do último sábado (7), o frei teria atropelado Ângelo Nogueira, de 40 anos, que fugia após ter furtado peças de roupa da secretaria paroquial da Igreja São Sebastião.
O atropelamento foi registrado por câmeras de segurança. Nas imagens é possível ver que o motorista invade a calçada e atinge a vítima. Com o impacto, Ângelo é jogado para dentro da garagem de uma loja de tintas. (Veja no vídeo abaixo).
Além de danificar o portão, o motorista também atingiu outro carro que estava estacionado no local, segundo a polícia.
Depois do acidente, o suspeito deixa o local sem prestar socorro à vítima. A PM foi acionada por testemunhas que anotaram a placa do carro com isso foi identificado que o veículo pertence à Diocese de Ourinhos (SP).
O veículo foi localizado e apreendido nesta segunda-feira (9) após três advogados que representam o frei terem se apresentado na polícia. Um deles informou a localização do veículo que estava no estacionamento do Colégio Dominicano.
O carro estava com a frente e as laterais danificadas e foi guinchado para ser encaminhado para perícia.
Suspeito de furtar igreja é atropelado quando fugia em Santa Cruz do Rio Pardo
Tentativa de homicídio e furto
O atropelamento é investigado como tentativa de homicídio e o frei também pode responder por omissão de socorro.
A polícia encaminhou o pedido de prisão preventiva do frei ao Ministério Público. Na solicitação foram pedidos também um mandado de busca e apreensão do carro, que foi cumprido e a quebra do sigilo telefônico do suspeito.
Padre que atropelou homem segue foragido em Santa Cruz do Rio Pardo
Em relação à prisão o MP recomendou o indeferimento . O pedido de prisão vai ser avaliado pela Justiça.
A polícia também investiga o furto praticado por Ângelo, que apesar de estar internado em estado grave na UTI na Santa Casa foi preso em flagrante pelo crime. Ele deve passar por audiência de custódia quando receber alta.
Ele teria furtado três moletons e uma camiseta da secretaria paroquial após arrombar uma das janelas do local. A polícia também investiga se o homem atropelado seria autor de outro furto ocorrido na secretaria no dia anterior.
Padre Julio Lancellotti postou o vídeo do acidente e criticou o atropelamento provocado por um padre em Santa Cruz do Rio Pardo
Padre Lulio Lancellotti/Instagram/Reprodução
O caso repercutiu nas redes sociais e o padre Júlio Lancellotti, conhecido por ações para ajudar pessoas em situação de rua na capital paulista, criticou a atitude do religioso no interior de São Paulo.
Padre é investigado por atropelar suspeito de furtar igreja em Santa Cruz do Rio Pardo (SP)
g1/Arte
VÍDEOS: assista às reportagens da região
Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília

Liked Liked