Homem é condenado a 27 anos de prisão por matar prima e namorado, em Foz do Iguaçu

Júri popular terminou na noite desta terça-feira (14). Corpos de Bianca Viana e Bruno Silva foram encontrados dentro de casa, em julho de 2019. Homem acusado de matar a prima e o namorado dela vai a júri popular
Um homem foi condenado a 27 anos e seis meses de prisão pela morte da prima e do namorado dela, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, há dois anos. O júri popular começou às 13h desta terça-feira (14) e terminou por volta das 23h.
O casal foi baleado e encontrado morto dentro de casa, no Jardim Europa, no dia 11 de julho de 2019.
Conforme as investigações, o réu Lucas Berlanda é primo da vítima Bianca Viana, que tinha 18 anos quando foi morta, e tinha o namorado dela como alvo.
De acordo com a Polícia Civil, a suspeita pela motivação do crime era um acerto de contas entre os dois rapazes.
A vítima, Bruno Silva, de 22 anos, tinha passagens pela polícia e usava tornozeleira eletrônica quando o crime ocorreu. Lucas também era conhecido pela polícia.
Vítimas namoravam e foram encontradas mortas, em Foz do Iguaçu
Arquivo pessoal
Em fevereiro de 2020, Lucas foi preso e confessou o crime pela morte de Bruno. À época, ele estava com uma arma de uso restrito e permaneceu na Penitenciaria Estadual II de Foz do Iguaçu até o julgamento.
O réu foi condenado por duplo homicídio qualificado. Além disso, ele foi absolvido da acusação de tentativa de homicídio contra um vizinho.
Conforme a defesa de Lucas, desde o início do processo, o réu confessou ter matado Bruno, mas negava a morte da prima e a tentativa de homicídio contra o vizinho.
VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

Liked Liked