Homem é preso por estupro de vulnerável dentro de ônibus, em Curitiba: ‘Meu foco era tirar elas dali’, disse mãe

Vítimas foram duas adolescentes, de 12 e 13 anos. Mãe disse que homem ‘se esfregou’ nas filhas. Caso aconteceu na terça (21). Homem foi contido por passageiros do ônibus até chegada de guardas municipais
Divulgação
Um homem foi preso por cometer estupro de vulnerável dentro de um ônibus de Curitiba. As vítimas têm 12 e 13 anos.
A mãe das jovens, que pediu para não ser identificada, disse que o homem se aproximou dela e das filhas dentro do ônibus, que estava lotado. As três estavam voltando pra casa.
“Ele passou a mão nas pernas dela e depois ele tentou se esfregar nela. Só que, por ela ser menor, não ‘se encaixava’ ali”.
O caso aconteceu na última terça-feira (21).
A mãe disse que, ao perceber a ação com a filha de 12 anos, a retirou do local. O homem, então, assediou a outra filha, uma adolescente de 13 anos.
“Na maior ele conseguiu ‘o encaixe’, ele conseguiu se esfregar […] Eu fiquei totalmente sem ação. Só queria tirar ela dali. O meu foco era tirar elas dali”.
Para tentar conter a ação, a mãe fez imagens do suspeito, pensando em denunciá-lo depois. Houve confusão dentro do ônibus. Uma moça que viu a ação ajudou a conter o homem.
Testemunha ajudou a conter suspeito
RPC
“Eu não pensei quase nada. Eu só queria que ele não ficasse impune e eu queria trazer justiça para aquelas menininhas. É horrível pra uma mulher adulta, imagine pra uma criança”, contou Bárbara Martins, babá que presenciou a cena.
O homem foi contido até a chegada de seguranças do terminal e de guardas municipais.
Na delegacia, segundo a polícia, ele foi autuado e preso em flagrante por estupro de vulnerável, crime que pode ter pena de oito a 15 anos de prisão em caso de condenação.
Homem é preso por estupro de vulnerável dentro de ônibus, em Curitiba
Casos
Em Curitiba, de janeiro a maio, foram registrados 32 casos de importunação sexual dentro de ônibus. O dobro dos registros do mesmo período do ano passado, que teve 16 casos.
De acordo com a polícia, para denúncias de casos urgentes, no momento em que o crime está acontecendo, o número a ser acionado é o 190.
Para denúncia de casos onde não há flagrante, denúncias podem ser feitas via 181 ou pelo Boletim Online da Delegacia Eletrônica.
Vídeos mais assistidos do g1 PR:
Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.

Liked Liked