Ministro do Meio Ambiente acompanha operação de combate a queimadas em Humaitá (AM)

Joaquim Leite também visitou uma comunidade ribeirinha e lixão do município durante agenda na cidade. Cidade tem um dos piores índices de queimadas do estado. Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, cumpriu agenda em Humaitá, no interior do Amazonas.
Lucas Lobo/Rede Amazônica
O Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, visitou o município de Humaitá, no interior do Amazonas, nesta quarta-feira (18). Em sua agenda na cidade, ele acompanhou uma operação de combate a queimadas, visitou uma comunidade ribeirinha e o lixão do município.
Em agosto deste ano, o Amazonas bateu recorde histórico de queimadas. Nos primeiros 26 dias deste mês, foram registrados 8.172 focos de incêndios, contra 8.030 registrados no mesmo mês, no ano anterior. Humaitá é uma das cidades que apresenta os piores índices.
No início de sua agenda no município, o ministro viu a atuação da Força nacional, Corpo de Bombeiros, Exercito e Policia Ambiental, na Operação Guardiões do Bioma. A ação visa atuar na prevenção, repressão e investigação de casos relacionados a queimadas e outros crimes ambientais na Amazônia.
Leite também visitou uma comunidade ribeirinha chamada “Paraisinho”, que fica há 10 minutos de distância de Humaitá. No local, o ministro falou sobre a preservação do bioma e também sobre produtos que são cultivados na comunidade.
O Ministro seguiu para a base do Corpo de Bombeiros, localizada em uma região distante da cidade. A distância, segundo a corporação, dificulta ações de pronta resposta ao combate às chamas na Zona Urbana.
A agenda de Leite à Humaitá teve fim no lixão da cidade. Ele deixou a cidade e seguiu para Porto Velho e, de lá, deve retornar para Brasília.
*Com colaboração de Lucas Lobo, Rede Amazônica.
Veja vídeos mais assistidos do G1 Amazonas

Liked Liked