Nasa vai lançar missão para atingir asteroide como teste contra ameaças futuras

Uma sonda se chocará contra o satélite Dimorphos, que orbita o asteroide Didymos, a uma velocidade de quase 25 mil quilômetros por hora – o suficiente para alterar a trajetória dele. Cientistas querem aprender como evitar uma possível colisão com a Terra num futuro distante. Nasa vai lançar missão para atingir asteroide como teste contra ameaças futuras
A agência espacial americana vai lançar nesta terça-feira (23) uma missão com o objetivo de proteger o planeta de futuras ameaças.
A sonda Dart será lançada da Terra para se chocar contra um asteroide a uma velocidade de quase 25 mil quilômetros por hora – o suficiente para alterar a trajetória dele.
Mas calma, é só um teste – bem diferente da ficção, quando a vida em nosso planeta estava sob ameaça de destruição.
Os cientistas da Nasa afirmam que, nos próximos 100 anos, nenhum asteroide capaz de causar estragos vai chegar perto da Terra. O que eles querem é aprender desde já como evitar uma possível colisão num futuro distante.
Nasa diz agora que aumentou o baixo risco de asteroide atingir a Terra em 161 anos; veja data e projeções exatas
Estudante de Claraval recebe reconhecimento da Nasa depois de descobrir dois asteroides
A sonda, movida a painéis solares, decola da base Vandenberg, na Califórnia, a bordo do foguete Falcon 9, da SpaceX.
O alvo é o satélite Dimorphos, que tem o tamanho de um campo de futebol e orbita o asteroide Didymos – que é cinco vezes maior.
O choque vai ser a 11 milhões de quilômetros da Terra.
O impacto, esperado para setembro de 2022, será tão intenso que vai criar a primeira chuva de meteoros provocada pelo homem.
“Essa chuva de meteoros são várias estrelas cadentes que a gente vê numa determinada época do ano. Seria um efeito visível dessa missão que a gente poderia observar”, explicou o astrônomo Thiago Gonçalves.

Liked Liked