O 5G e a modernização das parabólicas no Brasil

Um resultado colateral muito positivo da implantação do 5G no país será a modernização forçada e rápida, ao longo dos próximos quatro anos, das antigas e caras antenas parabólicas que captam sinais retransmitidos por satélite e não de torres e antenas instaladas em morros e montanhas, como normalmente se vê nas cidades brasileiras. O 5G vai ocupar a faixa de 3,5 GHz do espectro de radiodifusão brasileiro, chamada de banda C, obrigando as transmissões de TV aberta a passarem para a faixa de 12 GHz, conhecida como banda Ku, que usa as pequenas antenas parabólicas típicas dos assinantes de canais pagos.
Leia mais (11/23/2021 – 08h00)

Liked Liked