‘O Peso do Talento’ é pouco inspirado e tem soluções simplistas

Rezava a “política dos autores” difundida nos anos 1950 pelos jovens turcos da revista francesa Cahiers du Cinéma que uma obra ruim de um autor era muito mais interessante do que uma obra boa de um não autor. Os críticos da revista –François Truffaut, Jacques Rivette, Éric Rohmer e Jean-Luc Godard à frente- começaram então a dividir cineastas do mundo todo segundo essa categorização.
Leia mais (05/11/2022 – 15h00)

Liked Liked