Paulo Miklos anuncia o quarto álbum solo, ‘Do amor não vai sobrar ninguém’, com single romântico

♪ Embora esteja cada vez mais em evidência como ator, integrando o elenco de filmes como Jesus Kid (2021) e o recém-anunciado Estômago 2 – O chef (ainda em fase inicial de produção), Paulo Miklos continua atuante na música e lança o quarto álbum solo em 27 de maio.
O disco se chama Do amor não vai sobrar ninguém e tem repertório inteiramente autoral, gravado com produção musical orquestrada por Rafael Ramos no estúdio Tambor, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).
Primeiro álbum solo de Miklos em cinco anos, o sucessor de A gente mora no agora (2017) terá o primeiro single, É assim que eu sei, apresentado na sexta-feira, 13 de maio, em edição da gravadora Deck, com capa que expõe o cantor e compositor em foto de José de Holanda enquadrada na arte de Pedro Hansen.
É assim que eu sei é balada romântica que, assim como o álbum Do amor não vai sobrar ninguém, ganhou forma no estúdio com os toques dos músicos Diogo Gomes (trompete), Felipe Pacheco Ventura (violino, viola e arranjo de cordas), Gilberto Pereira (saxofone), Loco Sosa (bateria e percussões), Marcus Ribeiro (violoncelo), Marlon Sette (trombone e arranjo de metais), Martin Mendonça (guitarra e violões), Pedro Pelotas (piano, Rhodes, Wurlitzer, Hammond, clavinet, Moog e outros synths) e Reginaldo Lincoln (baixo), além das vozes de Cleyde Jane, Fael Magalhães, Jane Magalhães e Rômulo Nascimento no coro da faixa.
Capa do single ‘É assim que eu sei’, de Paulo Miklos
José de Holanda

Liked Liked