PM interrompe sequestro de taxista e prende criminosos em Santa Maria da Boa Vista

A vítima foi sequestrada após aceitar fazer uma corrida de Petrolina para Lagoa Grande. Os suspeitos são irmãos e têm várias passagens pela polícia. Delegacia de Santa Maria da Boa Vista
Reprodução / TV Grande Rio
A Polícia Militar resgatou um motorista de táxi que estava sendo vítima de um sequestro, no município de Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de Pernambuco. A equipe do 7º CIPM descobriu o caso na terça-feira (23), durante rodas pelo bairro Santa Luzia, quando avistaram um carro parado próximo à lagoa e perceberam o comportamento suspeito dos ocupantes do veículo.
De acordo com a PM, ao perceber a aproximação dos policias, o motorista do carro tentou fugir, mas foi alcançado. O dono do carro estava no banco do passageiro, ao lado de outro homem. No bolso do motorista, foi encontrado um cartão de conta bancária em nome do proprietário do veículo, registrado como táxi.
Objetos encontrados com os criminosos
Reprodução
Questionados, os envolvidos teriam entrado em contradição. No entanto, o taxista contou que, por volta das 6h30 da terça-feira, quando estava trabalhando na rodoviária de Petrolina, foi abordado pelos suspeitos que solicitaram uma corrida até a cidade de Lagoa Grande.
No entanto, ao chegarem à Serra da Santa, na zona rural de Petrolina, os homens anunciaram o assaltado. Os bandidos ameaçaram o motorista com uma arma e um canivete. A dupla tomou o celular da vítima e obrigou que ele fizesse transferências via PIX para contas diferentes. O motorista também foi obrigado a entrar em uma estrada carroçável, onde um dos bandidos assumiu a direção do veículo.
Após a prisão dos bandidos, os policias encontraram um revólver calibre .32, de numeração suprimida com três munições intactas do mesmo calibre.
Durante buscas no banco de dados da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, os policias descobriram que os bandidos possuem várias passagens por crimes, entre eles, um homicídio com mandado de prisão pela quebra de regime semiaberto, expedido pela 4ª Vara Regional da  Execução  Penal  do Estado de Pernambuco e um outro expedido pela 2ª Vara da Comarca de Xanxim, no município de Santa Catarina.
Os envolvidos, que são irmãos, ainda disseram que já estavam negociando o veículo pelo valor de R$ 4 mil a uma pessoa que não informaram o nome, mas os policiais encontraram registrado o número do possível comprador em um aparelho celular. Os suspeitos foram conduzidos à delegacia da Polícia Civil.
Vídeos: mais assistidos do Sertão de PE

Liked Liked