Polícia cumpre prisões em MT de suspeitos de aplicar golpes pela internet em outros estados

As prisões fazem parte da segunda fase da Operação Miqueias. Polícia Civil deflagrou segunda fase da Operação Miqueias
Ianara Garcia/TVCA
São cumpridos, nesta quarta-feira (3), 12 mandados de prisão em Cuiabá, com apoio da Delegacia de Estelionato de Cuiabá, na segunda fase da Operação Miqueias, que investiga golpes aplicados pela internet. Ao menos oito alvos já foram presos.
Depois de fazer buscas e apreensões em abril deste ano, quando identificou quem recebia o dinheiro dos golpes, a Polícia Civil de São José do Rio Preto (SP) voltou a Cuiabá para prender os suspeitos de chefiarem a organização criminosa que fazia vítimas em São Paulo e outros estados do país.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
De acordo com as investigações, os criminosos usavam plataformas digitais na internet clandestina (deep web) que fornecem vasto banco de dados pessoais para aplicar dois tipos de golpes: no WhatsApp, se passando por um familiar pedindo dinheiro, e o do anúncio de venda de mercadorias, principalmente carros.
A polícia identificou, entre os integrantes da organização criminosa, o repasse de valores escalonados, hierarquia e divisão de funções.
Os alvos dos mandados de prisão desta quarta-feira são os destinatários finais do dinheiro das vítimas e também os responsáveis por ensinar a aplicar os golpes e vender dados pessoais.
Os golpes
Segundo as investigações, pelo WhatsApp os criminosos criavam um perfil falso usando uma foto de uma pessoa qualquer e entravam em contato com amigos e familiares dessa vítima, pedindo dinheiro emprestado. Induzidos a erro, eles acabavam fazendo transferências via Pix para contas indicadas pelos bandidos.
Já em sites de comércio eletrônico, a quadrilha fazia anúncios falsos de venda de automóveis, enganando compradores e vendedores para que depositassem o dinheiro na conta da associação criminosa.
LEIA TAMBÉM
Operação contra fraudes em contas bancárias cumpre mandados
PF cumpre mandados na Empresa Cuiabana de Saúde Pública, secretaria municipal e hospital
Operação faz buscas em casas de suspeitos envolvidos em roubos de cargas

Liked Liked