Prefeitura de Peruíbe multa Sabesp em R$ 50 mil por vazamento de esgoto na avenida da orla da praia

Sabesp informou que já concluiu os trabalhos corretivos necessários para regularizar a situação na Avenida Governador Mário Covas Júnior. Peruíbe multa Sabesp em R$ 50 mil por vazamento de esgoto na avenida da praia
A Prefeitura de Peruíbe, no litoral de São Paulo, multou em R$ 50 mil a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) por conta de bueiros que jorraram esgoto na avenida da orla da praia. O problema começou no último sábado (20) e permaneceu até esta segunda-feira (22). A Sabesp informou que já concluiu os reparos.
Segundo a administração municipal, a situação aconteceu na Avenida Governador Mário Covas Júnior, na altura do bairro Arpoador. A prefeitura solicitou à Sabesp a resolução da situação, mas informou que não foi atendida.
Por isso, a fiscalização do Serviço Municipal de Vigilância Sanitária emitiu, inicialmente, um auto de infração na Companhia no domingo (21). Porém, como a empresa não realizou o serviço necessário, nesta segunda-feira (22) o setor aplicou uma multa de R$ 50 mil.
Esgoto vazou para avenida da orla de Peruíbe, SP
Divulgação/Prefeitura de Peruíbe
De acordo com a Vigilância, a Sabesp incorreu em infração por adotar procedimento na área de saneamento ambiental, que coloca em risco a saúde humana, com extravasamento de esgoto ‘in natura’ pelo sistema público de captação, entre as ruas João Sabino e Comendador Antônio Augusto de Sá Lopes.
Segundo o documento, a infração contraria o disposto no artigo 122 da Lei Estadual nº 10.083 de 1998. Conforme a legislação, entre as infrações de natureza sanitária está a de transgredir quaisquer normas legais e regulamentares e/ou adotar procedimentos na área de saneamento ambiental que possam colocar em risco a saúde humana.
Sabesp
Procurada pelo g1, a Sabesp informou, por nota, que já concluiu os trabalhos corretivos necessários para regularizar a situação registrada na Avenida Governador Mário Covas Júnior, na orla do bairro Arpoador. A área afetada recebeu a devida higienização e o sistema de esgotamento sanitário está sendo monitorado para garantir que se mantenha operando de forma adequada.
A companhia informou, ainda, que desde que se tomou conhecimento da ocorrência, técnicos vinham providenciando os reparos necessários nas instalações que atendem a região, mas novas falhas foram identificadas durante o final de semana, o que prejudicou a normalização do sistema. A empresa já foi notificada e prestará os devidos esclarecimentos técnicos.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1

Liked Liked