‘Prévia’ do PIB do Banco Central indica crescimento de 0,6% em julho

Segundo a instituição, esse foi o segundo mês seguido de crescimento do indicador, que apresentou desaceleração. Na parcial do ano, alta foi de 6,8% e, em doze meses até julho, expansão somou 3,26%. O nível de atividade da economia brasileira registrou alta pelo segundo mês seguido em julho, embora tenha apresentado desaceleração, segundo números divulgados nesta quarta-feira (15) pelo Banco Central.
O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) da instituição, considerado uma “prévia” do Produto Interno Bruto (PIB), teve alta de 0,60% em julho, na comparação com o mês anterior. O número foi calculado após ajuste sazonal, uma espécie de “compensação” para comparar períodos diferentes.
Apesar de ter registrado alta, houve desaceleração (crescimento menor) na comparação com o mês anterior. De maio para junho, segundo o BC, houve uma crescimento de 0,92% na prévia do PIB.
Na comparação com julho do ano passado, informou o Banco Central, o indicador teve crescimento de 5,53%.
Ainda de acordo com o Banco Central:
No acumulado dos sete primeiros meses deste ano, o índice de atividade econômica registra expansão de 6,80% – sem ajuste sazonal.
Já em 12 meses até julho de 2021, houve alta de 3,26% – também sem ajuste sazonal.

Liked Liked