Primos desaparecidos após ex-mulher de um deles ser achada em ‘tribunal do crime’ em Ribeirão Preto já estão em casa, diz polícia

Homens são de São Simão, SP, e estavam sumidos desde domingo (12) quando foram levados para a Favela do Simioni. Caso segue em investigação. A Polícia Civil de Ribeirão Preto (SP) informou que os dois homens que estavam desaparecidos desde o último domingo (12) voltaram para a casa na tarde desta quarta-feira (15). Eles são primos e moram em São Simão (SP).
O sumiço é investigado como uma possível ligação a um “tribunal do crime”. Na terça-feira (14), uma denúncia anônima levou os policiais a uma casa no bairro Parque dos Pinus, zona norte de Ribeirão Preto, onde seria o cativeiro.
Não houve registro de boletim de ocorrência sobre o retorno dos homens, mas o caso segue em investigação porque a polícia quer saber com quem e onde os rapazes estiveram nos últimos dias.
Os policiais também querem apuram o envolvimento das duas mulheres, de 22 e 48 anos, que foram presas e indiciadas por organização criminosa, sequestro e cárcere privado. Elas foram encontradas na casa do Parque dos Pinus vigiando, em um cômodo, a ex-esposa e a filha, de 16 anos, de um dos desaparecidos.
A polícia vai investigar os contatos feitos por elas para identificar os outros suspeitos envolvidos na ação.
Justiça pelas próprias mãos
Questionadas pela Polícia Militar na terça, a mãe da adolescente disse que foi levada para o cativeiro um dia antes por criminosos. Ela afirmou que descobriu que o ex-marido abusou sexualmente da filha por dez anos.
Segundo a PM, a mulher contou que procurou as autoridades para buscar punição ao ex-companheiro, mas decidiu fazer justiça por meios próprios por causa da demora do processo.
A mulher ainda disse aos policiais que marcou de encontrar o ex-marido no domingo em uma praça no bairro Ipiranga, em Ribeirão Preto. O ex-companheiro, no entanto, foi acompanhado de um primo.
Na praça, quando estavam conversando, suspeitos chegaram e sequestraram os rapazes e a mulher. De acordo com a Polícia Militar, eles foram levados para a Favela do Simioni e ela foi para outro local encontrar a filha.
Segundo relato da mulher à polícia, ela não teve mais notícias do ex-marido e do primo dele.
Pelas redes sociais, familiares dos dois homens fizeram uma campanha para localizá-los. Na segunda-feira (13), a Polícia Militar encontrou o carro dos dois em Ribeirão Preto. O veículo estava abandonado e sem vestígio de sangue.
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
VÍDEOS: Tudo sobre a região de Ribeirão Preto

Liked Liked