Quem foi Aurora Cursino, artista lobotomizada que pintou a submissão feminina

Na noite carioca de 1919, a High Life era o lugar para se estar. A casa noturna no limite entre o Catete e a Glória reunia artistas, intelectuais e as elites do Rio de Janeiro, que frequentavam seus amplos salões em busca de bebedeira, diversão e serviços de prostitutas. Foi ali que Aurora Cursino dos Santos, uma “mulher da vida” então com 24 anos, se aproximou de um jornalista que havia conhecido num outro bar.
Leia mais (05/13/2022 – 10h00)

Liked Liked