Secretaria Municipal de Cultura do Rio faz, neste sábado, última chamada para a inscrição no Projeto de Fomento à Cultura Carioca

Programa de fomento do órgão vai disponibilizar R$ 20 milhões para mais de 300 projetos espalhados por toda a cidade. Ao menos mil pessoas, entre artistas e produtores, participaram das oficinas para escrita do projeto para o Foca.
Divulgação
A Secretaria Municipal de Cultura do Rio faz, neste sábado (18), a última chamada para a inscrição no Projeto de Fomento à Cultura Carioca (Foca).
Uma equipe do órgão estará em Bangu, Zona Oeste da cidade, para auxiliar, motivar e qualificar os proponentes no processo de escrita do projeto, incentivando e auxiliando. Batizado de “Focão”, o encontro saideira será no Bangu Atlético Clube (Sede Social: Av. Cônego de Vasconcelos 549), às 10h.
Ao menos mil pessoas, entre artistas e produtores, participaram das oficinas do Foca, que vai disponibilizar R$ 20 milhões a mais de 300 propostas por toda a cidade.
Para participar, basta se inscrever no link https://bit.ly/focabangu.
Duas linhas
O edital do Foca tem duas linhas de ação, uma delas para descentralizar/democratizar o acesso por territórios O aporte será liberado até dezembro. Inscrições até o próximo dia 22 no site bit.ly/editalfoca.
Na primeira linha de incentivo, o objetivo é selecionar e apoiar financeiramente 184 propostas em 12 categorias: teatro, circo, artes visuais, arte antirracista, produções LGBTI+, artes urbana e pública, cultura popular, música, literatura, infância, dança e pesquisa & inovação.
Podem participar pessoas jurídicas com ou sem fins lucrativos, microempreendedores Individuais (MEIs) e pessoas físicas – neste caso, exclusivo para a categoria pesquisa e inovação. Os contemplados poderão ser apoiados com, no mínimo, R$ 25 mil e, no máximo, R$ 200 mil, cada.
A segunda linha fomentará as relações entre cultura e território, potencializando a cena artística em regiões populares da cidade.
Serão distribuídos R$ 4 milhões a 120 projetos, em duas categorias: favelas da Zona Sul e do Centro e localidades da Zonas Norte e Oeste. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, incluindo MEIs, com residência e atuação cultural nestes territórios há pelo menos um ano. O valor para cada proposta selecionada vai variar entre R$ 25 mil e R$ 50 mil.
O edital terá uma comissão de seleção composta por 60 especialistas. A previsão de repasse do recurso é até dezembro de 2021. Os contemplados terão até um ano para executar e apresentar o projeto.
Até 2024, ao menos a metade do orçamento municipal da Cultura será destinado a artistas do subúrbio e das favelas.
O anúncio foi feito pela Secretaria Municipal de Cultura durante oficina na Rocinha, Zona Sul do Rio.
Vídeos mais vistos do Rio nos últimos 7 dias

Liked Liked