Será esta uma onda esquerdista fugaz?

A América Latina constitui hoje, provavelmente, a principal referência da esquerda no mundo. Mas é incerta a duração que terá essa nova onda de governos identificados com esta perspectiva ideológica, que têm se sucedido nos últimos anos na região, sobretudo em um mundo que avança ao autoritarismo. Portanto, a pergunta que caberia perguntar é: estamos diante de uma onda progressista ou estão lançando as bases para um retorno retumbante da direita?
Leia mais (08/05/2022 – 08h00)

Liked Liked