Uso de aspirina para prevenir primeiro ataque cardíaco deixa de ser recomendado por especialistas dos EUA

Pessoas de 60 anos ou mais sob risco de doenças cardíacas não devem fazer uso diário de baixa dosagem de aspirina a fim de prevenir um primeiro ataque cardíaco. O risco de sangramento interno que isso causa supera os benefícios do tratamento, recomendou um painel de especialistas dos Estados Unidos na terça-feira (12).

A Força-Tarefa de Serviços Preventivos dos Estados Unidos (USPSTF, na sigla em inglês) anunciou que tem planos de atualizar sua recomendação de 2016, uma vez que surgiram novas indicações de que o risco de hemorragia interna potencialmente fatal aumenta com a idade entre os que tomam regularmente aspirina.
Leia mais (10/14/2021 – 11h51)

Liked Liked