Vacinação de cães e gatos contra raiva inicia no dia 30 em Teresina, anuncia FMS

No dia 30 de outubro serão vacinados os animais que residem nas Zonas Norte e Leste, e no dia 6 de novembro nas Zonas Sul e Sudeste. Gato é vacinado contra a raiva
Ivomar Gomes/Secom-JP/Divulgação
A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina anunciou que a vacinação de cães e gatos contra a raiva começará no dia de 30 de outubro. A imunização na capital não iniciou no dia 25 de setembro, marcado como o dia D da campanha nacional, por falta de seringas para a aplicação das doses. Em outubro foi registrado na capital um caso de raiva canina, após 27 anos.
No dia 30 de outubro serão vacinados, de 8h às 17h, cães e gatos das zonas Norte e Leste do município em 136 postos. Já no dia 6 de novembro, será a vez dos animais que residem nas Zonas Sul e Sudeste.
Segundo a fundação, por questões de logística, a vacinação na zona urbana de Teresina será dividida em dois dias. Os animais da zona rural serão vacinados ainda no mês de novembro. As datas serão divulgadas posteriormente pela FMS.
Vacinação de emergência
O Centro de Controle de Zoonoses de Teresina iniciou no dia 30 de setembro a vacinação antirrábica de emergência nos animais do bairro onde foi registrado um caso de raiva canina. A imunização ocorreu através de agendamento de forma domiciliar e em dois postos do bairro.
O caso foi registrado no bairro Aroeiras, Zona Leste da capital. O animal que testou positivo para a doença foi sacrificado após morder uma mulher.
A mulher mordida pelo cachorro está em casa e faz o tratamento no Hospital da Primavera, Zona Norte da cidade. Em seres humanos, os sintomas da raiva podem demorar até 45 dias para se manifestar.
A doença
A raiva é uma doença viral prevenível que pode ser transmitida para humanos através de mordidas e arranhaduras de mamíferos já contaminados. A doença pode ser transmitida por animais silvestres como furões, raposas, coiotes, guaxinins, gambás e morcegos, mas a campanha contempla cães e gatos por serem animais de companhia que possuem maior convívio com os humanos.
O gerente de Zoonoses da FMS, Paulo Marques, garante a segurança da vacina, que é constituída por vírus atenuado, 2% de tecido nervoso e conservantes a base de fenol e timerosol.
Confira as últimas notícias do g1 Piauí
VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube

Liked Liked