‘Vou enterrar daqui a pouco um pedaço de mim’, diz pai de menina morta após sair de casa para comprar pão em Belo Horizonte

Corpo de Bárbara Victória está sendo velado nesta quarta-feira (3) em uma funerária na Região Noroeste da capital mineira. Ela foi encontrada em matagal de Ribeirão das Neves. Pai de Bárbara Victória, Rogério Rodrigues, pede justiça pela morte da filha
“Vou enterrar daqui a pouco um pedaço de mim, uma criança. Foi um covarde que fez isso, um monstro, foi um monstro”.
O desabafo é de Rogério Rodrigues, pai de Bárbara Victória Vitalino Rodrigues, e foi feito nesta quarta-feira (3) durante o velório da menina de 10 anos em uma funerária, no bairro São Cristóvão, na Região Noroeste de Belo Horizonte.
“É o pior dia da minha vida. É um pedaço de mim, é a minha filha. Tá difícil, tá difícil”, disse Rogério.
Rogério Rodrigues, pai de Bárbara Victória, em entrevista durante velório
Reprodução/TV Globo
O pai de Bárbara ainda pediu justiça e a prisão do culpado.
“Eu só quero que prenda essa pessoa que fez essa covardia com a minha filha. Maltratar e machucar uma criança dócil que não fazia mal pra ninguém. Machucaram ela demais, né? Eu só quero justiça, eu só quero justiça. Eu quero que prenda, que ache o culpado, o rapaz, a pessoa que fez isso porque não tem cabimento. Não tem cabimento fazer isso com uma criança de 10 anos. Não tem”, falou.
Bárbara foi à padaria comprar pão na tarde de domingo (31) e ficou desaparecida por cerca de 40 horas. Nesta terça-feira (2), ela foi encontrada morta em um matagal próximo a um campo de futebol, no bairro Pedra Branca, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana.
Bárbara Victória, que desapareceu no último domingo, foi encontrada morta
Arquivo Pessoal
O enterro está marcado para as 15h no Cemitério Bosque da Esperança, no bairro Jaqueline, na Região Norte da capital mineira.
Veja a cronologia do crime
Polícia apura a motivação para o assassinato de Bárbara Victória
Elcio Horiuchi / Arte g1
LEIA MAIS:
Corpo de criança que desapareceu após sair de casa para comprar pão é velado em Belo Horizonte
Quem matou Bárbara? Veja cronologia do caso de criança que desapareceu após sair de casa para comprar pão na Grande BH
Família tenta localizar menina de 10 anos que saiu de casa para ir até a padaria na Grande BH e não voltou mais; VEJA VÍDEO
O que se sabe sobre o caso da menina de 10 anos encontrada morta na Grande BH
‘Não sei falar o tamanho da dor que estou sentindo’, diz mãe de criança assassinada na Grande BH
Corda foi encontrada próxima ao pescoço de menina de 10 anos assassinada na Grande BH
Sacola de pão é encontrada na casa de homem que aparece em vídeo ao lado de menina achada morta na Grande BH
Atlético se manifesta após morte de menina que usava camisa do time ao desaparecer na Grande BH: ‘Revolta e perplexidade’
A padaria em que Bárbara esteve fica bem próxima à residência dela. Conforme imagens de câmeras de monitoramento do estabelecimento comercial, a menina pagou a conta, se despediu e saiu. Veja vídeo:
Menina foi à padaria, pegou o pão e saiu
A partir deste momento, o que aconteceu com Bárbara ainda não foi esclarecido. Em dois momentos distintos, ela aparece em imagens de câmeras de imóveis da região.
Nove minutos após sair da padaria, Bárbara aparece próximo a um homem. Os dois, aparentemente, conversam. Ele faz um gesto apontando a calçada.
Cerca de 28 minutos depois, já em outro ponto, a criança corre e, em seguida, outros dois homens seguem na mesma direção. Veja:
O que se sabe sobre o caso da menina de 10 anos encontrada morta na Grande BH
A dupla que corre na mesma direção da menina, até a noite dessa terça, não havia sido identificada. 
Já o homem que aparece ao lado da vítima chegou a ser encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos e foi liberado. À Polícia Militar, no primeiro momento, ele chegou a dizer que não conhecia a vítima, mas depois informou que esteve ao lado da menina no vídeo, mas não fez nada contra ela.
A reportagem do g1 Minas procurou a Polícia Civil para ter mais detalhes do caso, mas a instituição se limitou a informar que policiais civis estiveram no local e fizeram levantamentos investigativos. Ainda conforme a instituição, “a investigação segue nos trâmites legais, sob sigilo, até o final das diligências necessárias”.
Veja vídeos mais assistidos do g1 Minas

Liked Liked