Constitucionalismo ‘new age’ e seu ‘coach’

Elegemos um delinquente político na esperança de que sua delinquência fosse mal menor e na confiança de que teríamos aptidão para moderá-lo. Bastaria lhe aplicar um choque de freios e contrapesos.
Leia mais (09/15/2021 – 16h05)

Liked Liked