VÍDEO: Bombeiros resgatam criança de 3 anos que prendeu a cabeça em grade de janela em MG

Ocorrência foi em Montes Claros, no Norte de Minas, e Heitor Gabriel não ficou ferido. Mãe conta que o filho nunca tinha aprontado uma travessura como essa. ‘Levei um susto e fiquei desesperada’. VÍDEO: Bombeiros resgatam criança que ficou com a cabeça presa em grade de janela
O Corpo de Bombeiros resgatou uma criança, de 3 anos, que ficou com a cabeça presa entre as grades de proteção da janela de casa em Montes Claros (MG). (Veja vídeo acima).
O espaço tem cerca de 15 centímetros e segundo os bombeiros, o menino estava brincando quando o incidente aconteceu. No vídeo, é possível ver que os militares usam um equipamento para expandir as grades e retirar a cabeça da criança, que é segurada pela mãe.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
“Colocamos o alargador entre as grades para expandir o espaço. A criança estava calma, não chorou e o resgate durou cerca de cinco minutos. Nós cobrimos o rosto dele com uma toalha para evitar que ficasse nervoso ou agitado ao ver o equipamento”, explicou o Cabo Hugo Leonardo Castro Barbosa.
Heitor Gabriel de 3 anos não sofreu ferimentos
Arquivo pessoal
A ocorrência foi no Bairro Alterosa, nessa quarta-feira (24), e o menino deve ter ficado preso por cerca de 20 minutos. Apesar do susto, Heitor Gabriel não ficou ferido.
Em entrevista ao g1, a mãe conta que estava na cozinha fazendo almoço quando ouviu gritos do irmão dela, de 8 anos.
“Meu irmão estava no quarto com Heitor e ao ver que ele tinha ficado preso começou a gritar. Eu levei um susto e fiquei desesperada. Pedi ajuda da vizinha, mas não conseguimos retirá-lo e chamamos os bombeiros”, disse a dona de casa Maria Izabel Silva Cordeiro.
Ela relata que o filho é bem tranquilo, gosta de brincar e nunca tinha aprontado uma travessura como essa.
“Nunca esperava isso dele, Heitor num é de fazer isso. Ele sempre fica brincando quietinho com o meu irmão e outro irmãozinho dele, de um ano. Graças a Deus não teve nada, foi um alívio quando os bombeiros conseguiram retirar a cabeça dele. Já conversamos e ele ficou o tempo todo falando que não vai fazer isso mais”.
De acordo com os bombeiros, os pais devem sempre acionar o socorro em casos assim.
“A orientação nesses casos é tentar acalmar a criança e acionar o Corpo de Bombeiros. Nunca tentar retirar sozinho porque pode se machucar. Após o ocorrido, é importante conversar e orientar a criança para não fazer mais esse tipo de brincadeira”, disse o Cabo Hugo Leonardo Castro Barbosa.
VÍDEOS: veja tudo sobre o Norte, Centro e Noroeste de MG
Veja mais notícias da região em g1 Grande Minas.

Liked Liked