Imagens de câmeras de segurança flagram homem sendo agredido por policial militar em São Tiago, MG

Imagens foram gravadas pelas câmeras de segurança de uma farmácia e mostram a agressão contra Vinicius Mattar Stacanelli, de 24 anos. Imagens de câmeras de segurança flagram homem sendo agredido por PM em São Tiago
Imagens de câmeras de segurança flagraram um homem sendo agredido por um policial militar durante uma abordagem na madrugada de sábado (20) em São Tiago (MG). Em nota, a PM afirmou que será instaurado um procedimento para apurar a ação dos militares e os fatos narrados pelo jovem.
As imagens mostram o momento em que a polícia puxa e dá um soco no rapaz. Depois, o policial tira a blusa dele e dá vários socos na cabeça, seguido de um puxão. Um outro policial observa a ação.
As imagens foram gravadas pelas câmeras de segurança de uma farmácia e mostram a agressão contra Vinicius Mattar Stacanelli, de 24 anos. Ele ficou com ferimentos na cabeça, na boca e nas pernas.
Imagens de câmeras de segurança flagram homem sendo agredido por policial militar em São Tiago
Reprodução EPTV
Segundo Vinícius, após a abordagem, ele foi conduzido ao posto da Polícia Militar, onde foi registrado um boletim de ocorrência pelo próprio policial que o agrediu. Ainda segundo a vítima, ele procurou a delegacia da cidade para registrar um outro boletim pela agressão, mas não conseguiu.
Em nota enviada à EPTV Sul de Minas, afiliada da Rede Globo, no início da noite desta segunda-feira (22), a Seção de Assessoria Organizacional do 38º BPM afirmou que será instaurado um procedimento para apurar a ação dos militares e a reclamação do rapaz, vítima da agressão.
Confira a nota da PM na íntegra
“O cidadão Vinicius Mattar Stacanelli compareceu na sede do 38º BPM, e foi colhido o termo de reclamação dele, com todos os fatos. Na ocasião do fato, dia 20/11/2021, foi registrado um Boletim de ocorrência de desacato pela equipe policial, encerrado com o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), onde o reclamante, Sr Vinicius foi qualificado como autor.
O termo de reclamação será encaminhado para o Núcleo de Justiça e Disciplina do 38º BPM, e será instaurado um procedimento para apurar a ação dos militares, bem como os fatos narrados pelo reclamante.
Salienta-se que a Polícia Militar pauta suas ações na doutrina dos Direitos Humanos e não coaduna com qualquer ação que macule os preceitos legais”.
VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas
Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas

Liked Liked